Si2e: tudo o que precisa de saber — em poucos minutos

Com o objetivo de estimular pequenos negócios em territórios de baixa densidade ou alto desemprego, o SI2E contempla fundos de financiamento da União Europeia para a criação, expansão ou modernização de micro e pequenas empresas.

O que é o SI2E?

Inserido nos apoios do programa Portugal 2020, o SI2E — Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e Emprego é um projeto estrutural de apoios financeiros com vista a estimular pequenos negócios e emprego em territórios de baixa densidade e/ou com elevada taxas de desemprego.

No entanto, gerido pelos Grupos de Ação Local (GAL, pelas Comunidades Intermunicipais (CIM) ou Áreas Metropolitanas (AM), este concurso não se enquadra apenas nesta categorização de áreas, existindo diversos tipos de majorações em conformidade com o local de investimento, que podem chegar até 60% a fundo perdido. As despesas elegíveis são diversas desde equipamento e software, a obras, contratações, marketing, viaturas, e presença em feiras internacionais.

Quem são os destinatários?

O SI2E apoia a criação, expansão e modernização de micro e pequenas empresas.

Assim, os destinatários são micro, pequenas empresas, sociedades ou associações que pratiquem uma atividade económica regularmente, à excepção das que se enquadrem no setores da pesca e agricultura, setor da produção agrícola primária e florestas, o setor da transformação e comercialização de produtos agrícolas constantes do Anexo I do Tratado de Funcionamento da União Europeia e transformação e comercialização de produtos florestais, projetos de diversificação de atividades nas explorações agrícolas, projetos que se incidam na área Financeiras e de seguros, Lotarias e outros jogos de apostas e projetos decorrente de obrigações previstas em contratos de concessão com o Estado.

Como posso concorrer?

A submissão de candidaturas é feita através do Balcão 2020, e cumprindo todos os critérios e submissão de documentos, deve apresentar um plano estruturado do seu investimento que deve enquadrar-se numa destas modalidades, com uma duração máxima de 18 meses:

  • Até 100 mil euros, nas Intervenções GAL;
  • Superior a 100 mil e até 235 mil euros, nas Intervenções CIM/AM;

Se tem dúvidas, deseja saber mais sobre os requisitos de elegibilidade e como o seu projeto pode beneficiar destes incentivos, contacte um consultor Smart e faça um check-up gratuito ao seu projeto.

2018-04-13T15:18:18+00:00 Abril 13, 2018|Fundos Estruturais, Gestão Empresarial|0 comentários

Deixe Um Comentário