ABERTO

Internacionalização

Sistema de incentivos

Destina-se a apoiar três prioridades de investimento: E-commerce e Transformação Digital, Brexit: Diversificação de Mercados e Acelerador de Exportações.

ABERTO

Área Geográfica de Aplicação

O presente concurso está aberto em todas as regiões NUTS II do Continente: Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve.

Critérios de Elegibilidade Específicos

  • Possuir certificação de PME
  • Volume de Negócios Internacional pré-protejo igual ou superior a 20.000€
  • Intensidade de Exportação pré-protejo igual ou superior a 15 %

Taxas de Financiamento

O apoio tem a natureza de subsídio não reembolsável (subsídios a fundo perdido) e corresponde a 45% das despesas elegíveis, com exceção dos incentivos a conceder pelo PO Regional de Lisboa, os quais são calculados através da aplicação, às despesas elegíveis, de uma taxa máxima de 40%.

E-commerce e Transformação Digital

Destina-se a apoiar projetos de PME que comercializem exclusivamente através de canais digitais.

O objetivo do presente aviso de concurso consiste assim, em promover o aumento das exportações portuguesas via comércio eletrónico, alargando o número de PMEs que utilizem exclusivamente o comércio eletrónico como ferramenta de internacionalização e conferindo maior visibilidade à oferta portuguesa nos canais online.

  • Desenho e implementação de estratégias aplicadas a canais digitais para gestão de mercados, canais, produtos ou segmentos de cliente;
  • User-Centered Design (UX): desenho, implementação e otimização de estratégias digitais centradas na experiência do cliente que maximizem a respetiva atração, interação e conversão;
  • Desenho, implementação, otimização de plataformas de Web Content Management (WCM), Campaign Management, Customer Relationship Management e E-Commerce;
  • Criação de lojas próprias online, inscrição e otimização da presença em marketplaces eletrónicos;
  • Search Engine Optimization (SEO) e Search Engine Advertising (SEA): melhoria da presença e ranking dos sítios de comércio eletrónico nos resultados da pesquisa, em motores de busca, por palavras-chave relevantes para a notoriedade e tráfego de cada sítio;
  • Social Media Marketing: Desenho, implementação e otimização da presença e interação com clientes via redes sociais;
  • Content Marketing: criação e distribuição de conteúdos digitais (texto curto, texto longo, imagens, animações ou vídeos) dirigidos a captar a atenção e atrair os clientes-alvo para as ofertas comercializadas pela empresa;
  • Display Advertising: colocação de anúncios à oferta da empresa em sítios de terceiros, incluindo páginas de resultados de motor de busca;
  • Mobile Marketing: tradução das estratégias inscritas nos pontos anteriores para visualização e interação de clientes em dispositivos móveis, nomeadamente smartphones e tablets;
  • Web Analytics: recolha, tratamento, análise e visualização de grandes volumes de dados gerados a partir da navegação e interação de clientes em ambiente digital por forma a identificar padrões, correlações e conhecimento relevante que robusteçam os processos de gestão e tomada de decisão.

Brexit: Diversificação de Mercados

Destina-se a apoiar projetos de empresas exportadoras para o Reino Unido que pretendam expandir e diversificar o seu mercado internacional. O objetivo passa por assegurar que empresas que atualmente exportam para o Reino Unido tenham condições e apoios para diversificar os mercados internacionais.

O Reino Unido assume uma importância incontornável enquanto parceiro histórico e estratégico de Portugal. Ao longo dos últimos anos, o Reino Unido manteve uma posição estável enquanto quarto cliente de Portugal e principal mercado de exportação na componente de serviços, fruto do excecional desempenho dos serviços de turismo.

A saída do Reino Unido da União Europeia requer a adoção de medidas de rápida implementação que minimizem o impacto sobre as empresas portuguesas com elevada exposição a este mercado. Neste contexto, o Conselho de Ministros aprovou a criação de um incentivo financeiro, que permita disponibilizar às empresas portuguesas a elaboração de um diagnóstico e a definição de um plano de ação tendentes a responder aos desafios e oportunidades decorrentes do Brexit.

Essa resposta poderá materializar-se numa estratégia de diversificação dos mercados de exportação ou mesmo numa estratégia de reposicionamento no mercado do Reino Unido, tendente a segmentos de maior valor acrescentado ou novos nichos de mercado.

  • Participação em feiras e exposições no exterior (custos com o arrendamento de espaço e serviços prestados pelo organizador; custos com a construção do stand e serviços associados; custos de funcionamento do stand, incluindo deslocações e alojamento);
  • Campanhas de marketing nos mercados externos;
  • Ações de promoção realizadas em mercados externos;
  • Missões empresariais (deslocações e alojamento);
  • Prospeção e captação de novos clientes, incluindo missões de importadores;
  • Assistência técnica, estudos, diagnósticos e auditorias;
  • Custos de conceção e registo associados à criação de novas marcas ou coleções;
  • Custos associados ao desenvolvimento de lojas online e websites, domiciliação de aplicações, adesão a plataformas eletrónicas, campanhas de marketing digital, criação e publicação de novos conteúdos eletrónicos, bem como a inclusão ou catalogação em diretórios ou motores de busca.

Acelerador de Exportações

Destina-se a reforçar a presença nos mercados internacionais das PME portuguesas já exportadoras.

O sistema de incentivos do Portugal2020 tem constituído um instrumento de estímulo muito relevante no apoio efetivo à internacionalização das PME portuguesas, nomeadamente em ações que visam o conhecimento dos mercados externos, a prospeção e captação de novos clientes internacionais e a dinamização de ações de promoção e marketing internacional, apoio que importa reforçar, num contexto de crescente incerteza do comércio mundial e avolumar de riscos externos, com vista à manutenção da trajetória de crescimento das exportações.

O objetivo do presente aviso de concurso consiste assim em reforçar a presença nos mercados internacionais das PME portuguesas já exportadoras, induzindo por essa via a aceleração das exportações portuguesas.

Essa resposta poderá materializar-se numa estratégia de diversificação dos mercados de exportação ou mesmo numa estratégia de reposicionamento no mercado do Reino Unido, tendente a segmentos de maior valor acrescentado ou novos nichos de mercado.

  • Participação em feiras e exposições no exterior (custos com o arrendamento de espaço e serviços prestados pelo organizador; custos com a construção do stand e serviços associados; custos de funcionamento do stand, incluindo deslocações e alojamento);
  • Campanhas de marketing nos mercados externos;
  • Ações de promoção realizadas em mercados externos;
  • Missões empresariais (deslocações e alojamento);
  • Prospeção e captação de novos clientes, incluindo missões de importadores;
  • Assistência técnica, estudos, diagnósticos e auditorias;
  • Custos de conceção e registo associados à criação de novas marcas ou coleções;
  • Custos associados ao desenvolvimento de lojas online e websites, domiciliação de aplicações, adesão a plataformas eletrónicas, campanhas de marketing digital, criação e publicação de novos conteúdos eletrónicos, bem como a inclusão ou catalogação em diretórios ou motores de busca.

As candidaturas para este incentivo decorrem até 8 de junho de 2020.

Aviso 01/SI/2020

Projetos
“INTERNACIONALIZAÇÃO”

Período de Candidaturas: 

Fase 1: Prioridade E-commerce e Transformação Digital: Candidaturas encerradas.

Fase 2: Prioridade Brexit: Diversificação de Mercados: Candidaturas encerradas.

Fase 3: Prioridade Acelerador de Exportações: Candidaturas abertas até 08/06/2020

Agende uma consulta gratuita com um dos nossos especialistas.

+351 911 535 519

Portugal

+55 21 4042 8567

Brasil

info@start-pme.pt