Lançamento de Programa Metamorfose ajuda PME a ultrapassarem carências de gestão

Programa Metamorfose ajuda PME a ultrapassarem carências de gestão

A Associação Business Roundtable Portugal, em parceria com o Instituto Português de Corporate Governance, apresentou um programa que visa introduzir nas PME boas práticas de gestão em três dimensões: governo societário, internacionalização e financiamento. O objetivo passa por acelerar o crescimento do tecido empresarial português. O programa chama-se Metamorfose e pretende chegar a 50 mil empresas.

O Programa Metamorfose foi desenvolvido por 18 empresas dentro da BRP, com destaque para a Sogrape, Sonae, EDP e BPI. O objetivo, numa primeira fase, passa por chegar a 5% das 1,1 milhões de PME do país, ou seja, cerca de 50 mil. O outro grande parceiro é o Instituto Português de Corporate Governance (IPCG).

Aumentar a produtividade e competitividade das PME
António Rios de Amorim, vice-presidente e líder do grupo de trabalho Empresas da Associação Business Roundtable Portugal (BRP), afirmou que é urgente um aumento da produtividade das PME, só possível com uma mudança no paradigma empresarial português. “A falta de escala e o problema da baixa produtividade do tecido empresarial português são temas que Portugal debate há largos anos e urge uma mudança deste paradigma para que seja efectivamente possível transformar o país e torná-lo mais próspero”.

Aposta em três dimensões prioritárias: governo societário, internacionalização e financiamento
O Programa visa acelerar o crescimento das empresas portuguesas através da aposta em três dimensões prioritárias: governo societário, internacionalização e financiamento. “É necessário acelerar a profissionalização da gestão das PME e robustecer as estruturas de governance que, nestas organizações, podem constituir uma barreira que impede as empresas de crescerem e se tornarem grandes”, salientou António Rios Amorim.

Programa disponibiliza um guia de boas práticas e certificação das empresas
O Metamorfose disponibiliza às empresas que fazem parte do programa um guia de boas práticas online que inclui um conjunto de 68 medidas e recomendações práticas que devem ser adotadas de forma gradual tendo em vista a evolução do modelo de gestão e o reforço das estruturas de governance. “Este é um programa ambicioso e pragmático, que acreditamos irá dotar o tecido empresarial, nomeadamente as PME, de ferramentas para que possam crescer. Queremos dotar as PME das melhores condições para se tornarem grandes e contribuírem para o sucesso económico do país”, afirmou Vasco de Mello, presidente da Associação BRP.

As empresas serão classificadas através de um modelo de pontuação que lhes permitirá conhecer os seus pontos fortes e fracos no âmbito do setor onde atuam, e aferir o grau de maturidade em matéria de governance, de modo a posteriormente poderem candidatar-se a uma certificação. De acordo com António Rios Amorim, a certificação de empresas poderá ser uma vantagem na aquisição de financiamento junto da banca, por exemplo, ou uma mais valia na candidatura a fundos europeus. “A ideia é que os bancos pudessem utilizar este modelo no futuro para atribuir crédito. Também pode ser usado por auditores ou nas candidaturas a fundos europeus“, explica.

Bolsa de conselheiros para apoio das PME
O programa Metamorfose irá também proporcionar às PME acesso a uma bolsa de conselheiros composta por mais de 40 executivos que estarão disponíveis para dar apoio às equipas de gestão de cada PME. Para já arranca um piloto com quatro empresas e quatro conselheiros, que os promotores esperam escalar até ao final de 2022.

Apoio às empresas familiares
O programa passa também pelo apoio às PME familiares, nomeadamente no desenvolvimento de modelos de governo corporativo que podem ajudar a gerir melhor estas empresas. “Mitigar o risco é importantíssimo. Temos de ser mais transparentes e publicar os nossos modelos de gestão familiar. Os nossos modelos e práticas de governo da família devem fazer parte da avaliação de risco destas empresas. Os bancos deviam avaliar esta dimensão”, explicou Peter Villax, presidente da Associação das Empresas Familiares.

Saiba tudo sobre o Programa Metamorfose aqui.

Partilhar

2022-11-17T15:37:42+00:00