Gestão de pessoas e sustentabilidade2021-04-13T14:48:15+00:00

Project Description

Gestão de pessoas e sustentabilidade

Nos dias de hoje, são cada vez mais crescentes os diálogos e iniciativas sobre economia circular, diminuição na produção de lixo e outras temáticas ecológicas. Se no passado, estes temas passavam ao lado, atualmente, fazem parte da agenda estratégica de governos, com objetivos e metas bem definidas. Neste sentido, é justo afirmar que a orientação para a sustentabilidade é um tema que deve ser incorporado nas organizações, quer em termos de negócio, quer em iniciativas de boas práticas organizacionais.

No entanto é importante relembrar que o conceito de sustentabilidade é muito abrangente e não envolve apenas preocupações ecológicas – apesar de estas estarem no epicentro. A sustentabilidade no mundo corporativo pode englobar iniciativas simples, como a saúde e bem-estar psicológico do colaborador; a inclusão de todos os colaboradores através de sessões de brainstorming ou planeamento para tomada de decisões estratégicas e participação das organizações em debates públicos através de projetos de responsabilidade social.

Considerando que são os colaboradores o “asset” mais importante de uma organização, é fundamental que estas mudanças comecem internamente. Diante disto, a área de Recursos Humanos não só pode, como deve tomar a dianteira, assumindo para si a responsabilidade na implementação e / ou fortalecimento de uma cultura de sustentabilidade.

Mas na prática, como é que a gestão de pessoas e a sustentabilidade se relacionam?

  1. Diminuição do uso de papel: incentivo a digitalização dos documentos e digitalização de arquivos;
  2. Promoção do teletrabalho: para as organizações, o teletrabalho tem impacto como a redução dos custos de energia elétrica, de telefone, água, produção de resíduos. Para os colaboradores, os benefícios estão associados à eliminação de deslocamento que pode ser traduzido em redução de custos de transporte, alimentação e maior qualidade de vida. Entretanto, é essencial que para adotar este formato, as organizações garantam os recursos necessários para que o colaborador possa exercer o seu trabalho remotamente;
  3. Formações em e-learning: redução de custos de deslocação, construção de cursos à medida, maior número de participantes;
  4. Substituição de utensílios de plástico por produtos reutilizáveis, por exemplo copos para beber café e água;
  5. Programas de voluntariado: promoção de ações de responsabilidade social, que têm um impacto direto na comunidade local;
  6. Programas de bem-estar: promover o acesso a apoio psicólogo, sessões de mindfullness, e outras práticas que servem de apoio à saúde mental;
  7. Políticas de inclusão e diversidade: é importante que as organizações representem a realidade da comunidade onde está inserida para que na sua tomada de decisões, sejam considerados diferentes pontos de vista. Tal ação poderá resultar numa organização com níveis de engagement positivos e consequentemente mais produtiva.

Ainda assim, de forma a garantir um total comprometimento de toda organização, é essencial que a liderança esteja alinhada e seja o principal parceiro da área de Recursos Humanos no desenvolvimento e desdobramento interno de políticas que promovam a sustentabilidade.

Além do impacto ambiental, os benefícios variam entre redução de custos, aumento da reputação da organização, atração e retenção de talentos, entre outros.

sustentabilidade é um tema urgente e é imperativo que não seja vista como um tema pontual, mas sim como um investimento sério em que os principais beneficiados não são apenas os colaboradores, mas a sociedade em geral!

In ECO

Partilhar

Artigos relacionados

Comece bem.

Agende uma consulta sem compromisso com um dos nossos especialistas.

+351 266 079 277

Portugal

+55 11 3042 2564

Brasil

info@start-pme.pt

Comece bem.

Agende uma consulta sem compromisso com um dos nossos especialistas.

+351 266 079 277

Portugal

+55 11 3042 2564

Brasil

info@start-pme.pt

Incentivos Financeiros

+CO3SO Emprego
Inovação Produtiva
Empreendedorismo
Internacionalização
Qualificação
Apoios à contratação IEFP
Apoiar.pt
Apoio à Produção Nacional
Pares 3.0
Portugal 2020
Jovens Agricultores
Florestação
Agricultura Biológica
Peq. Investimentos Exp. Agrícolas

Serviços

Contabilidade
Estudos de Viabilidade
Abertura de Empresas
Projectos de Investimento
Internacionalização
Marketing
Go to Top