Adoção de tecnologias no processo produtivo: Açores- Vale PME Digital

O surgimento das novas tecnologias, constituiu um fator de diferenciação no mercado comercial, obrigando as organizações empresariais a adaptarem os seus processos produtivos tendo por base as tecnologias digitais em ascensão. A transformação digital de uma entidade empresarial, funciona não só como um elemento que propicia o crescimento desta, mas também como, um fator de primazia perante os demais concorrentes integrantes do mesmo setor de mercado. Com o desígnio de promover a adoção de tecnologias digitais por parte das empresas de pequena e média dimensão, o Programa Operacional para os Açores 2020, apresenta um incentivo somente direcionado para esta designado de Açores- Vale PME Digital.

Esta medida de apoio apresenta como objetivo fundamental o de promover a adoção de tecnologias digitais por parte de empresas PME com sede nos Açores, com vista ao reforço das capacidades de organização e gestão das empresas, mediante o investimento em tecnologias de informação e comunicação para acesso aos mercados e para a promoção de uma presença efetiva na economia digital.

Beneficiários

Este incentivo de apoio à transformação digital encontra-se disponível para todas as micro, pequenas e médias empresas, de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica, instaladas na Região Autónoma dos Açores.

Critérios de elegibilidade dos beneficiários

Aos beneficiários do apoio à transformação digital são exigíveis os seguintes critérios:

• Deterem competências próprias, recursos humanos qualificados, instalações e equipamentos disponíveis para a prestação de serviços às empresas beneficiárias do “Vale PME Digital Açores”;
• Estarem constituídas sob uma forma jurídica há, pelo menos, um ano antes da data do pedido de adesão ao registo e desenvolver uma atividade económica compatível com a prestação de serviços em questão;
• Disponibilizarem pelo menos um gestor operacional afeto integralmente à prestação dos serviços às empresas beneficiárias do “Vale PME Digital Açores”, o qual servirá de interlocutor;
• Comprometerem-se a não ter dívidas à segurança social e à administração fiscal nem salários em atraso, comprometendo-se ainda a entregar comprovativos de tais situações sempre que lhe forem solicitados;
• Prestarem as informações e os esclarecimentos que forem solicitados pelas entidades envolvidas na análise e aprovação do apoio a conceder no âmbito do “Vale PME Digital Açores”.
• Autorizarem a divulgação da informação apresentada no formulário de pedido de registo para efeitos de divulgação junto dos potenciais clientes (empresas beneficiárias do “Vale PME Digital Açores”).

Investimentos elegíveis no âmbito do apoio Açores- Vale PME Digital

Na esfera do apoio à transformação digital são passíveis de elegibilidade as subsequentes despesas:

• Implementação de processos associados ao comércio eletrónico, nomeadamente:

a) Desenho e implementação de estratégias aplicadas a canais digitais para gestão de mercados, canais, produtos ou segmentos de cliente;
b) User-Centered Design (UX): desenho, implementação e otimização de estratégias digitais centradas na experiência do cliente que maximizem a respetiva atração, interação e conversão;
c) Desenho, implementação, otimização de plataformas de Web Content Management (WCM), Campaign Management, Customer Relationship Management e E-Commerce;
d) Inscrição e otimização da presença em marketplaces eletrónicos;
e) Search Engine Optimization (SEO) e Search Engine Advertising (SEA): melhoria da presença e ranking dos endereços de comércio eletrónico nos resultados da pesquisa em motores de busca por palavras-chave relevantes para a notoriedade e tráfego de cada site;
f) Social Media Marketing: Desenho, implementação e otimização da presença e interação com clientes via redes sociais;
g) Content Marketing: criação e distribuição de conteúdos digitais (texto curto, texto longo, imagens, animações ou vídeos) dirigidos a captar a atenção e atrair os clientes-alvo para as ofertas comercializadas pela empresa;
h) Display Advertising: colocação de anúncios à oferta da empresa em endereços de terceiros, incluindo páginas de resultados de motor de busca;
i) Mobile Marketing: tradução das estratégias inscritas nos pontos anteriores para visualização e interação de clientes em dispositivos móveis, nomeadamente smartphones e tablets;
j) Web Analytics: recolha, tratamento, análise e visualização de grandes volumes de dados gerados a partir da navegação e interação de clientes em ambiente digital por forma a identificar padrões, correlações e conhecimento relevante que reforçem os processos de gestão e tomada de decisão.

• Implementação de outros processos, tais como:

a) Sistemas de interconexão;
b) Big data; realidade aumentada;
c) Cloud (informação na nuvem); inteligência artificial; sistemas ciber-físicos (tecnologias de informação e comunicação; sensorização e sistemas mecatrónicos para monitorizar e controlar processos e toda a cadeia de valor, mecatrónica; robótica; cibersegurança;
d) Machine-to-Machine (M2M) e Human-to-Machine interfaces.

• Serviços diversos, incluindo, assistência técnica, científica e consultoria;
• Aquisição de hardware, software, licenças de utilização e meios digitais de marketing.

Meios de financiamento

O financiamento de projetos no âmbito do apoio à transformação digital realiza-se sob a forma de um subsídio não reembolsável.

O nível de apoio a conceder é de 100% do total de investimento elegível até ao limite máximo de 10 mil euros por candidatura.

Patrícia Neves

Partilhar

2021-10-28T12:48:15+00:00
Go to Top