Inteligência artificial: a forma como está a mudar a tomada de decisão dos gestores

A mudança constante da sociedade e consequentemente dos mercados exige uma maior consciencialização por parte dos gestores. Todos os dias assistimos à criação de diversas tecnologias com a finalidade de melhorar o processo produtivo, auxiliando no crescimento do negócio. Neste artigo, damos a conhecer alguns dos desafios trazidos pela Inteligência Artificial ao mundo empresarial.

Inteligência artificial nas empresas

No campo da gestão de empresas, a Inteligência Artificial permite otimizar o processo produtivo da empresa, muito por força das decisões tomadas de uma forma mais rápida e com maior assertividade. O papel da Inteligência Artificial numa empresa pode estender-se desde áreas como o marketing e vendas, até aos recursos humanos e contabilidade, sem esquecer a importância no processo produtivo. Alguns dos benefícios inerentes à utilização da inteligência artificial na gestão de empresas são: melhor entendimento do cliente; automatização dos processos produtivos; redução de custos operacionais; auxílio na previsão do volume de negócios e quais os elementos a que se deve prestar uma atenção mais próxima, de modo a melhorar o funcionamento da empresa como um todo.

Desafios da inteligência artificial nas empresas

Apesar de todos as vantagens da Inteligência Artificial para a evolução dos modelos de negócios e das empresas, a mesma depara-se com um conjunto de desafios que podem colocar em causa o seu sucesso. Os desafios mais comuns são: a desconfiança dos colaboradores, uma vez que, estes observam a inteligência artificial como uma forma de substituição da mão de obra de trabalho; custos de aquisição ou desenvolvimento de aplicações de inteligência artificial, na medida em que, com a generalização da utilização desta tecnologia, os custos têm subido consideravelmente a longo dos anos, encontrando-se inacessíveis para as pequenas empresas.

Importância da Inteligência artificial na tomada de decisão

A inteligência artificial constituí um elemento que veio alterar o paradigma da tomada de decisão por parte dos gestores das empresas. Através do recurso a esta tipologia de tecnologia, os gestores têm acesso a um conjunto mais vasto de dados, o que lhes permite uma tomada de decisão mais fundamentada e assertiva. Áreas como o atendimento ao cliente, recrutamento e seleção e recursos humanos, beneficiaram em grande medida com a integração da inteligência artificial no decurso dos seus processos produtivos. Por exemplo, a inteligência artificial permitiu alterar os processos de recrutamento, sendo possível escolher o melhor candidato tendo por base não só informações sobre o mesmo, como também sobre a empresa, permitindo prever a forma como este se iria integrar no ambiente da empresa.

Uma utilização consciente da Inteligência Artificial na gestão de empresas possibilita que estas entrem na nova era da tecnologia do mercado empresarial, ao mesmo tempo que se tem mostrado indispensável para o futuro das mesmas.

Transição Digital

O Plano de Recuperação e Resiliência prevê uma dimensão relacionada com o apoio à transição digital nas empresas. A dimensão da transição digital integra um conjunto de reformas e investimentos nas áreas da digitalização de empresas, do Estado e no fornecimento de competências na educação, saúde, cultura e gestão florestal. Esta dimensão do Plano de Recuperação e Resiliência tem como objetivo acelerar a transição para uma sociedade mais digitalizada.

São apoios como os que integram esta dimensão do Plano de Recuperação e Resiliência que fornecem às empresas algumas das ferramentas fundamentais para implementarem a inteligência artificial no decurso dos seus processos produtivos.

Patrícia Neves

Partilhar

2022-05-18T10:44:56+00:00
Go to Top