Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho: o instrumento fundamental para reduzir os riscos laborais

A sustentabilidade futura de uma entidade empresarial não depende somente do volume de negócios que esta apresenta, sendo que as condições de trabalho representam um papel importante relativamente à produtividade dos colaboradores da instituição. Um incremento das condições de trabalho numa organização empresarial irá proporcionar um aumento exponencial da produtividade, contribuindo não só para um maior volume de negócios, como também, funciona como um elemento de primazia perante os demais concorrentes no mercado. Os sistemas de gestão da segurança e saúde no trabalho asseguram que as organizações empresariais apresentam locais de trabalho seguros e saudáveis.

O que é um Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho?

Um Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho propicia às organizações empresariais um conjunto de ferramentas que potenciam a melhoria da eficiência da gestão dos riscos da segurança e saúde no trabalho, os quais se encontram intimamente relacionados com as atividades produtivas da organização. Para a implementação positiva de um sistema de gestão da segurança e saúde no trabalho, o mesmo deve obrigatoriamente incluir os seguintes aspetos:

• Definir a estrutura operacional;
• Estabelecer todas as atividades de planeamento;
• Definir as responsabilidades;
• Estipular os recursos necessários;
• Determinar as práticas e procedimentos;
• Assegurar a identificação precisa dos perigos, bem como, a consequente avaliação e controlo dos riscos.

A implementação positiva e consequente certificação de um Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho constitui a base para uma estratégia eficaz na prevenção dos riscos laborais de uma organização empresarial. Estes riscos podem prejudicar em grande escala todo o funcionamento do processo produtivo da organização empresarial.

Um Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho permite às empresas desenvolverem ambientes de trabalho seguros e saudáveis para os trabalhadores. Além deste facto, a implementação deste sistema de gestão também permite à organização empresarial identificar e controlar os riscos para a segurança e saúde dos seus colaboradores, reduzindo o número de acidentes de trabalho e em simultâneo, assegura o cumprimento de toda a legislação relacionada com a segurança e saúde no trabalho aplicável à organização empresarial.

A certificação de um Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho, evidencia uma aposta clara e concreta na correta gestão e consequente melhoria contínua das condições de segurança e saúde no trabalho na entidade empresarial.

Processo de identificação de perigos e avaliação dos riscos num Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho

O processo de identificação de perigos e consequente avaliação dos riscos no âmbito de um sistema de gestão da segurança e saúde no trabalho implica a realização das seguintes etapas:

• Determinar todas as atividades de trabalho;
• Identificar os perigos;
• Estimar os riscos;
• Decidir se o risco é aceitável;
• Preparar um plano de ação;
• Verificar se o plano de ação se adequa ao perigo ou risco apresentado, sendo possível a realização de alterações ao mesmo.

Vantagens da implementação de um Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho para as empresas

A adoção de um sistema de gestão da segurança e saúde no trabalho por parte de uma empresa apresenta as seguintes vantagens:

• Integração global da prevenção dos riscos laborais em todos os níveis da organização;
• Promoção e melhoria contínua da Segurança e Saúde no Trabalho;
• Melhoria da imagem da organização perante os clientes, fornecedores, entidades governamentais e, perante toda a comunidade em geral. Maior acesso a novos clientes e sócios comerciais;
• Redução real do número de acidentes, através da implementação de processos de trabalho, padronizados e cumpridores dos requisitos do referencial de aplicação.
• Redução real do tempo de inatividade e de custos relacionados devido à diminuição de acidentes e incidentes;
• Demonstração aos trabalhadores do compromisso da organização com a saúde e segurança no trabalho;
• Potencial redução dos custos de seguros de responsabilidade civil.

Na ótica dos consumidores, a implementação de um Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho ostenta as seguintes vantagens:

• Melhoria da competitividade da empresa, o que se traduz num melhor preço de serviço ou produto, graças à redução dos acidentes e incidentes de trabalho e a eliminação do risco de sanções por incumprimento da legislação de segurança e saúde no trabalho;
• Aumento da satisfação dos clientes, em virtude da melhoria da imagem da organização.

Setores de aplicação de um Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho

Um Sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho, em concordância com a norma OHSAS 18001, cujo reconhecimento é de prestigio internacional, aplica-se a qualquer tipologia de organização empresarial, de qualquer setor de atividade. Alguns exemplos de setores de atividade nos quais se pode aplicar um sistema de gestão da segurança e saúde no trabalho são:

• Alimentação;
• Madeira e papel;
• Edição e artes gráficas;
• Extração e fabrico de betão;
• Construção e atividades relacionadas;
• Hotelaria e transporte;
• Comercialização e serviços variados;
• Saúde e farmácia;
• Setor Público.

Patrícia Neves

Partilhar

2021-10-13T13:16:26+00:00
Go to Top